Simulado de provas de concurso será incorporado ao curso preparatório à magistratura

Simulado de provas de concurso será incorporado ao curso preparatório à magistratura

“A experiência foi muito positiva. Tivemos feedback dos alunos diante da prova simulada e também é um bom modo de avaliar o desempenho individual de cada um”. A análise é do juiz Alessandro Carlo Meliso Rodrigues, diretor-geral da Esmagis, sobre a disponibilização de provas simuladas do concurso público realizado pelo TJMS aos alunos do curso regular preparatório para a carreira da magistratura.

Os resultados da primeira experiência foram tão bons que o diretor pretende manter a prática nas próximas edições do curso. “Vai ser incorporado no próximo ano, já que os alunos demonstraram bastante interesse e aproveitaram a oportunidade para se aperfeiçoar ainda mais”, completou Alessandro.

Pela primeira vez, nos dias 6, 7 e 8 a Escola Superior da Magistratura de MS (ESMAGIS) disponibilizou aos alunos do curso regular preparatório para a carreira da magistratura provas simuladas de concurso público. Assim, os alunos inscritos na edição 2017 do curso preparatório tiveram a oportunidade de vivenciar um simulacro do concurso para a magistratura.
No primeiro dia, os participantes responderam 100 questões referentes à prova objetiva, aplicada na primeira fase do certame. Depois vieram as questões discursivas e a prova de sentença (2ª fase) e, por fim, a simulação da prova oral (3ª fase).

De acordo com diretor-geral da ESMAGIS, ainda este mês será publicado o edital 2018 para o curso preparatório para a magistratura. Ele lembrou que a simulação de todas as etapas do concurso é importante para que o aluno adquira o hábito de vivenciar a situação de stress e direcionar os estudos, segundo suas necessidades mais básicas.

“O simulado será incorporado para as próximas turmas, assim como a disciplina implantada neste ano de resolução de questões, em que um professor comenta em sala de aula as questões referentes aos últimos concursos realizados, como reforço de aprendizado”, esclareceu.

Responderam pela aplicação da prova oral os juízes Alessandro Meliso, Eduardo Eugênio Siravegna Jr., Mário José Esbalqueiro Jr. e o convidado João Carlos Lima de Oliveira.

A aluna Maria Tereza Delalibera Leite foi outra a reconhecer a importância do simulado. “Gostei muito porque testa nosso conhecimento. Muitas vezes sabemos o conteúdo, mas o nervosismo nos impede de expressar. O simulado permite ter mais segurança e mostrar domínio do assunto, pois não temos exemplo, temos que saber efetivamente a matéria. Recomendo o curso a todos que desejam aprovação no concurso da magistratura”, disse ela.

Conheça – O curso de preparação para a magistratura tem 720 horas aula e é direcionado a bachareis em Direito que pretender ingressar na magistratura.

Os preços são acessíveis e as aulas serão ministradas das 19 horas às 22h15, de segunda a sexta-feira. O corpo docente é formado por juízes, desembargadores e outros operadores do Direito.

As matérias abordadas nesse curso são Direito Civil, Direito Penal, Direito Eleitoral, Direitos da Criança e do Adolescente, Noções Gerais do Direito e Formação Humanística, Direito do Consumidor, Direito Processual Civil e Legislação Extravagante, Organização Judiciária, Direito Processual Penal, Direito Constitucional, Juizados Especiais Cíveis e Criminais, Direito Administrativo, Direito Tributário, Direito Empresarial, Direito Ambiental, Direitos Difusos e Coletivos.

Deixe uma resposta